PEUGEOT e WEC: sete pilotos, um time

download-pdf
download-image
download-all

Lista com sete pilotos confirma: PEUGEOT está de volta ao WEC, o Campeonato Mundial de Endurance



Após revelar os primeiros desenhos de seu Hypercar e as características do powertrain LMH, a PEUGEOT Sport agora oficializa a lista dos sete pilotos que defenderão suas cores no Campeonato Mundial de Endurance FIA (FIA WEC) e nas 24 Horas de Le Mans.

Ao longo de suas respectivas carreiras, os sete pilotos compartilharam momentos intensos, tanto nas competições de Fórmula 1 como nas de Endurance. Foram parceiros de equipe, adversários e também cúmplices em suas atividades cotidianas e de preparação esportiva.

A Endurance é um disciplina implacável em que o aspecto humano é primordial. Um espírito de equipe a toda prova é essencial para terminar uma corrida, muito antes de pensar na vitória. A partir deste ano de 2021, os seis pilotos titulares mais o piloto reserva vão colaborar com o desenvolvimento do Hypercar, bem como participar das diferentes etapas de elaboração do programa ao lado das equipes da Peugeot Sport.

 “A ligação entre todos os protagonistas do projeto é essencial, afirma Jean-Marc Finot, Diretor do programa. Além do desempenho, em nossos critérios de seleção e nas entrevistas, insistimos muito na importância do vínculo entre eles, do seu estado de espírito e da capacidade de trabalhar juntos, federar, estimular e incentivar a equipe. Este aspecto humano é primordial na Endurance. A capacidade de cada um de demonstrar sua motivação em fazer desse compromisso uma prioridade, e não apenas uma etapa de suas carreiras, também foi essencial.”

Para serem selecionados e escolhidos, os sete pilotos foram avaliados principalmente a partir de critérios de desempenho, baseados tanto em provas do WEC, mas também do ELMS e da IMSA. “Vimos todos os campeonatos de Endurance dos cinco últimos anos, completou Olivier Jansonnie, Diretor técnico WEC da Peugeot Sport. O resultado bruto nas corridas não foi o elemento essencial. Também analisamos a velocidade, a constância e a fiabilidade de inúmeros pilotos. Queríamos compor uma equipe que fosse complementar, eclética, misturando jovens pilotos promissores, pilotos experientes, bem como pilotos reconhecidos por suas qualidades de desenvolvimento, particularmente em matéria de híbridos”.  

Além de suas participações respectivas em diversos campeonatos este ano, os sete pilotos oficiais da PEUGEOT vão contribuir a cada dia para o avanço do projeto, de modo a viabilizar a realização de uma primeira sessão de testes no final de 2021.

Os sete pilotos escolhidos são:

—           Loïc DUVAL - França (38 anos)

- Vencedor FIA WEC & 24H Le Mans / Campeão Fórmula Nippon & Campus

—           Kevin MAGNUSSEN - Dinamarca(28)

- 119 largadas em Fórmula 1 / Campeão Fórmula Ford & Renault 3.5

—           Jean-Eric VERGNE - França (30)

- 58 largadas em  Fórmula 1 / 2 títulos em Fórmula E / Campeão Fórmula 3 & Campus

—           Paul di RESTA - Escócia (34)

- 59 largadas em Fórmula 1 / Vencedor 24H Le Mans LMP2 / Campeão Fórmula 3

Euro series/ Campeão DTM

—           Mikkel JENSEN - Dinamarca (26)

- Campeão ADAC Fórmula Masters / Campeão ELMS LMP3

—           Gustavo MENEZES - EUA (26)

- Vencedor FIA WEC &24H Le Mans LMP2

—           James ROSSITER - Inglaterra (37)

- Piloto reserva / simulador

- Experiência em monopostos (Super Fórmula), em Endurance (Super GT & LMP2) & piloto de testes e reserva na Fórmula 1

 

Loïc DUVAL

O que motivou você a ir para a Peugeot por ocasião do retorno da marca ao Campeonato de Endurance?

Desde  2008, quando fui a Le Mans pela primeira vez, sou um grande fã dessa corrida e da Endurance. Tive a sorte de pilotar um Peugeot em Le Mans em 2010 e 2011. Quando fiquei sabendo que a Peugeot estava de volta,  ficou claro para mim que eu queria estar ao seu lado nessa empreitada.

Durante sua carreira você teria alguma história com um de seus parceiros de equipe para contar?

Dos meus parceiros, o JEV é quem eu conheço melhor. Lembro-me da época em que ele corria em F1 e morava na Suíça. Ele frequentava minha casa e passávamos bastante tempo juntos. Treinávamos em Chamonix no inverno. Meus filhos gritam seu nome quando o veem correndo em Fórmula E na televisão.

O que as corridas de Endurance e as 24 Horas de Le Mans representam para você?

Representam tudo para mim. Sempre fui um grande fã de esportes de equipe. Em competições de veículos individuais, nunca se tem o sentimento de compartilhar com os parceiros de equipe. As corridas de Endurance reúnem tudo o que eu espero do automobilismo: atmosfera, emoção e espírito de equipe. A corrida de Le Mans é incrível, icônica e implacável.

Se eu disser 24 Horas de Le Mans, você diz?

O [santo] graal ! [NdT. No sentido de “objetivo supremo”] No mundo do esporte automotivo, raras são as corridas que todos conhecem: o GP de Mônaco em F1, a  Indy 500, mas a corrida de Le Mans está acima de todas. Talvez porque eu seja francês! Os desafios enfrentados pelos carros e pelas equipes para atingir velocidades tão elevadas com tamanha confiabilidade, isso é incrível! Pilotar tanto de dia como à noite, isso também é extraordinário.

Na história da Peugeot, qual o episódio de competição que mais marcou você?

Devo dizer que talvez não seja o mais positivo, mas lembro-me de minha participação em Le Mans ao volante do 908 em 2010. Duas horas antes do fim da corrida, meus parceiros de equipe e eu estávamos a caminho de conquistar nosso primeiro pódio quando,  infelizmente, sofremos uma avaria mecânica. Isso me partiu o coração, foi muito difícil aceitar. Em compensação, foi ali que tudo começou. Juntos, temos contas a acertar em Le Mans e já está mais do que na hora de ganhar essa corrida!  

Qual o veículo de competição da Peugeot que você sonha em pilotar?

O 905 é um carro magnífico, eu adoraria testá-lo no circuito de Le Mans. Sou um grande amador das corridas históricas, como a Le Mans Classic.

Qual o seu prato preferido ?

Blanquete de vitela, mas só aquela feita pela minha mãe!

Qual o melhor prato antes de uma corrida?

Uma salada de tomate/mozzarella, com um pouco de massa e salmão, seguida de uma salada de frutas. Mas uma porção pequena!

Qual sua principal qualidade?

Estou sempre me colocando em questão. Quando faço alguma coisa, sempre analiso o que fazer para melhorar.

 

Kevin MAGNUSSEN

O que motivou você a ir para a Peugeot por ocasião do retorno da marca ao Campeonato de Endurance?

Não penso que seja difícil encontrar a motivação. A Peugeot tem uma grande história em Le Mans.

Minha ambição é conseguir ganhar essa corrida. A decisão de integrar a equipe da Peugeot não foi difícil, considerando todos os sucessos já conquistados pela marca, não apenas em Le Mans, mas no esporte automotivo em geral.

Durante sua carreira você teria alguma estória com um de seus parceiros de equipe para contar?

Ainda não trabalhei com nenhum deles. É claro que conheço todos eles e fiquei super feliz quando vi a composição da equipe. Eles são todos incrivelmente talentosos e estou convencido que faremos um excelente trabalho juntos. Já competi com o Jean-Eric em Fórmula 1, mas não o conhecia direito até agora. Estou ansioso por conhecê-los melhor.

O que as corridas de Endurance e as 24 Horas de Le Mans representam para você?

Meu pai participou das 24 Horas de Le Mans durante mais de 20 anos. Sempre acompanhei a corrida e estive lá algumas vezes. Um dos meus sonhos era disputar essa corrida um dia. Não poderia imaginar melhor maneira de fazê-lo do que com a Peugeot.

Se eu disser 24 Horas de Le Mans, você diz?

Quero ganhar Le Mans, é minha meta e minha ambição.

Na história da Peugeot, qual o episódio de competição que mais marcou você?

É difícil escolher entre as muitas vitórias que a Peugeot conquistou nas 24 Horas de Le Mans. Penso que cada uma delas ilustra o sucesso da Peugeot e as capacidades da equipe. Espero acrescentar uma vitória a essa lista.

Qual o veículo de competição da Peugeot que você sonha em pilotar?

O 905. Adoraria pilotar um carro como esse, sentir as vibrações e o ruído que ele produz.

Qual o seu prato preferido ?

Adoro comida indiana,  um frango tikka masala, por exemplo.

Qual o melhor prato antes de uma corrida?  

Certamente não é o frango tikka masala! Gosto de variar: frango,  salmão ou outro peixe, legumes e um pouco de massa ou batatas para ter as calorias necessárias para uma boa energia.

Qual sua principal qualidade?

Não gosto muito de falar de minhas qualidades. Prefiro ser humilde e mostrar o que sei fazer nas pistas, em vez de falar.

 

JEAN-ERIC VERGNE

O que motivou você a ir para a Peugeot por ocasião do retorno da marca ao Campeonato de Endurance?

A história da Peugeot, vencedora de Le Mans! E nossa equipe também, é claro, que está focada na vitória. A equipe estará apoiando os seis outros pilotos e conta com um excelente carro, e isso é o mais importante nas corridas em Le Mans. Juntos, com a Peugeot, acho que vamos conseguir. E também o fato de eu ser francês. É um sentimento meio mágico o fato de um fabricante francês, a Peugeot, e eu, um piloto francês, estarmos participando de Le Mans.

Durante sua carreira você teria alguma estória com um de seus parceiros de equipe para contar?

Conheço alguns deles bastante bem. O Loïc, é claro, amigo de longa data, o Mikkel, meu parceiro de equipe nas competições de Endurance no ano passado, com os quais compartilhei momentos incríveis. Nós nos encontramos já faz algum tempo na Fórmula 1, com o Kevin e o Paul. Ele estava furioso comigo,  numa corrida em Monza em 2014, porque eu não o tinha deixado ultrapassar. Ele veio falar comigo depois da corrida, e não estava nada contente!

Na primeira vez que encontrei o Gustavo, fomos juntos fazer compras em Tóquio. Temos um grupo de amigos em comum!

O que as corridas de Endurance e as 24 Horas de Le Mans representam para você?

Sempre quis disputar as 24 Horas de Le Mans. A primeira vez que pilotei um monolugar, foi em Le Mans, em Fórmula Campus. Lembro-me de estar naquela imensa tribuna e de me sentir pequenininho. Algum tempo depois, fui até lá como espectador. Lembro-me de ter ficado impressionado e de ter dito: "Quero ganhar essa corrida um dia". Há também todos aqueles momentos incríveis compartilhados com a equipe. Normalmente, nas corridas de monolugares, nós competimos contra nossos parceiros de equipe e os outros pilotos. As corridas de Endurance aproximam os pilotos ao longo da temporada, ou da carreira... e sabe-se lá onde estaremos daqui a 10 anos! Mas teremos compartilhado uma imensa aventura e isso é uma experiência que une as pessoas para sempre.

Se eu disser 24 Horas de Le Mans, você diz...

Quero ganhar várias vezes.

Na história da Peugeot, qual o episódio de competição que mais marcou você?

Quando a  Peugeot ganhou Le Mans!

Qual o veículo de competição da Peugeot que você sonha em pilotar?

Não vejo a hora de pilotar nosso Hypercar!

Qual o seu prato preferido ?

Fondue de queijo, ainda que só coma uma vez por ano!

Qual o melhor prato antes de uma corrida?

Massa.

Qual sua principal qualidade?

Nunca abandono, sou duro como ferro.  

Paul di RESTA

O que motivou você a ir para a Peugeot por ocasião do retorno da marca ao Campeonato de Endurance?

A história e o profissionalismo das equipes da Peugeot na sua última participação em Le Mans. Estar envolvido, participar da equipe desde o nascimento do projeto é algo muito empolgante. Há três anos, na minha estreia em LMP2, fui contagiado pelo vírus da Endurance.

Durante sua carreira você teria alguma estória com um de seus parceiros de equipe para contar?

Por enquanto ainda não passei muito tempo com meus parceiros de equipe. Conheço o JEV, éramos adversários na F1! Aquele que conheço melhor é o Mikkel. Fizemos treinos de preparação física juntos quando ele estava na equipe júnior e eu em DTM.

O que as corridas de Endurance e as 24 Horas de Le Mans representam para você?

O trabalho em equipe! É um trabalho árduo. Quando você assiste a corrida, você vê as 24 horas, é claro,  mas você não vê todas as semanas de trabalho que precederam a corrida. É um desafio que envolve muita gente durante meses, às vezes anos. Acho que os pilotos fazem o mais fácil, eles podem até fazer uma sesta entre duas trocas!

Se eu disser 24 Horas de Le Mans, você diz?

A melhor corrida do mundo! Ganhei no ano passado, em LMP2, e senti todas as emoções da vitória. Largamos na pole position e dominamos a corrida. Não vejo a hora de rever o público e de compartilhar a experiência com todos.

Na história da Peugeot, qual o episódio de competição que mais marcou você?

A última participação da Peugeot em Le Mans,  bem quando eu estava começando minha carreira individual. Sou muito amigo de Alex Wurz, piloto da  PEUGEOT. Ele me disse que a equipe era incrível, e os carros são verdadeiros ícones.  

Qual o veículo de competição da Peugeot que você sonha em pilotar?

Sem hesitação, o 908 ! Quando vi a volta de demonstração no ano passado em Le Mans, pensei que ficaria muito feliz em pilotá-lo nem que fosse apenas por uma volta.

Qual o seu prato preferido ?

Pizza, certamente o meu lado italiano.

Qual o melhor prato antes de uma corrida?

Frango com massa, molho de tomate leve, um pouco de parmesão e pimenta do reino. A alimentação é fundamental na prova de Le Mans.

Qual sua principal qualidade?

Minha melhor qualidade é ser capaz de acreditar em mim. Sempre me deixo guiar pelo meu pai, que dizia: " Sua palavra é seu compromisso.  Quando você assume um compromisso,  seja ele bom ou mau, tem que cumprir até o fim ". É o adágio que busco para minha vida.

 

Mikkel JENSEN

O que motivou você a ir para a Peugeot por ocasião do retorno da marca ao Campeonato de Endurance?

O projeto Hypercar é muito interessante e excitante. Muitos fabricantes vão participar. A Peugeot tem uma bela história e já ganhou a corrida de Le Mans. Estou muito feliz por fazer parte dessa aventura e ansioso para que comece.

Durante sua carreira você teria alguma estória com um de seus parceiros de equipe para contar?

Com o Jean-Eric, quando éramos parceiros de equipe, não havia pressão e sempre passávamos bons momentos. Ele é muito brincalhão ! Foi uma experiência agradável para minha primeira participação em Le Mans. Conheci o Paul no campo de treinamento físico, ele estava em DTM e eu em F3 júnior. O treinador militar nos mandou fazer 2000 abdominais e flexões de braço ! Levamos duas horas... Alguns pilotos passaram mal. Paul e eu nos apoiamos. Foi provavelmente uma das coisas mais difíceis que já fiz na minha vida. Portanto, sei que o Paul é um parceiro que sabe motivar a equipe.

O que as corridas de Endurance e as 24 Horas de Le Mans representam para você?

Acho que é o que se faz de melhor no esporte automotivo. As 24 Horas de Le Mans são A corrida. Todos os pilotos querem vencê-la um dia. Todos sabem que na Dinamarca, Tom Kristensen contribuiu muito para popularizar essa corrida. É a única corrida, incluindo a F1, que é transmitida nos noticiários em rede nacional.

Se eu disser 24 Horas de Le Mans, você diz?

Trabalho em equipe, paixão e implicação, pois é disso que se precisa para ganhar.

Na história da Peugeot, qual o episódio de competição que mais marcou você?

Tenho apenas 26 anos. Mas lembro-me da vitória do 908 em Le Mans.

Qual o veículo de competição da Peugeot que você sonha em pilotar?

O 905 é um super carro, adoro os carros clássicos. Seria um sonho poder pilotá-lo. O 205 Turbo 16 também me agrada muito. Quando eu era criança, eu adorava os carros de rali. Achava maneiro e adoro o barulho que fazem. Esse é um modelo incrível, leve e com entre-eixos pequeno. Era o carro que eu escolhia em e-Sport quando era jovem.

Qual o seu prato preferido ?

Gosto de tudo: comida italiana, pizza, massa, sushi, uma boa carne. Se tivesse que escolher, escolheria um cardápio típico do natal dinamarquês. Na Dinamarca, temos um prato que todos apreciam: pato com batatas, caramelizadas ou não, e molho. Não é muito dietético, por isso só comemos uma vez por ano!

Qual o melhor prato antes de uma corrida?

Costumo comer qualquer tipo de salada, acompanhada de massa, frango, peixe ou qualquer outra coisa leve. Não gosto de fazer refeições pesadas ou de comer muito pão ou carne antes de pilotar.

Qual sua principal qualidade?

Acho que aprendo rápido. Comecei no kart aos 15 anos, o que é considerado tarde.

Mas dois anos depois, aos 17 anos, já estava em F4. Hoje fazemos menos testes, portanto é preciso achar um bom ritmo sem ter passado muito tempo nas pistas.

 

Gustavo MENEZES

O que motivou você a ir para a Peugeot por ocasião do retorno da marca ao Campeonato de Endurance?

Sempre admirei a tenacidade da Peugeot, sua luta pela vitória em todas as disciplinas. Para ser sincero, comecei a assistir as corridas de Endurance no momento mais intenso do duelo da Peugeot contra a Audi. Assim que fiquei sabendo que a Peugeot estava realmente voltando, soube que precisava encontrar uma maneira de entrar em contato para unir nossos objetivos de vitória.

Durante sua carreira você teria alguma estória com um de seus parceiros de equipe para contar?

Já faz um tempo que conheço o JEV, um cara engraçado e muito determinado. Competi contra o Mikkel Jensen no Kart. Sou amigo do James há bastante tempo e nos falamos quase todos os dias. Loïc e eu estivemos juntos na Rébellion. Ele é muito motivado. Ainda não tive a oportunidade de conhecer o Paul e o Kevin, não vejo a hora de encontrá-los!  

O que as corridas de Endurance e as 24 Horas de Le Mans representam para você?

Representam minha convicção: a perseverança. Le Mans é mais do que uma corrida, mais do que Endurance ; é perseverança, é jamais abandonar. A equipe passa a ser uma família. E depois de semanas de um trabalho exaustivo, se tudo der certo e se todos permanecerem motivados, então talvez a gente possa levar uma vitória pra casa!

Se eu disser 24 Horas de Le Mans, você diz?

Atemporais!

Na história da Peugeot, qual o episódio de competição que mais marcou você?

A vitória em 2009: foi a primeira vez que realmente assisti a corrida de Le Mans, e os duelos eram históricos.

Qual o veículo de competição da Peugeot que você sonha em pilotar?

O 908 de 2009 com motor V12 bi-turbo ! Seria um sonho conduzir esse carro com esse motor estrondeante .

Qual o seu prato preferido ?

Não há nada melhor que um bife japonês! Mas no dia a dia, gosto muito de frango com arroz!

Qual o melhor prato antes de uma corrida?

Como frango com arroz e ovos quase sempre antes de competir.

Qual sua principal qualidade?  

Sou muito aberto, honesto e adoro falar e inspirar os outros a darem o melhor de si mesmos.

 

James ROSSITER

O que motivou você a ir para a Peugeot por ocasião do retorno da marca ao Campeonato de Endurance?

Le Mans é um sonho para qualquer piloto e a possibilidade de trabalhar para um fabricante tão prestigioso só se apresenta uma vez. Mal posso esperar para pôr toda minha experiência ao serviço desse projeto e lutar pela vitória em Le Mans.

Durante sua carreira você teria alguma estória com um de seus parceiros de equipe para contar?

Tenho boas lembranças com o Loïc da época em que éramos parceiros de equipe na Fórmula 3 e também muitas aventuras divertidas junto com o Gustavo, pois somos amigos há vários anos. O JEV também é um amigo próximo e passamos muito tempo juntos. Ele sempre me faz rir, mas sabe quando precisa ser sério. Dito isso, vamos descobrir como essa nova aventura vai transcorrer, pois acho que vai ser uma bela história!

O que as corridas de Endurance e as 24 Horas de Le Mans representam para você?

As 24 Horas de Le Mans são um desafio extremo para o homem e para a máquina. O nível de implicação exigido de toda a equipe para conseguir a vitória é incomparável. É o maior desafio do nosso esporte.

Se eu disser 24 Horas de Le Mans, você diz?

Vamos !

Na história da Peugeot, qual o episódio de competição que mais marcou você?

Climb Dance ... Se você não conhece, procure no Youtube. Você vai me agradecer daqui a cinco minutos!  

Qual o veículo de competição da Peugeot que você sonha em pilotar?

O  Peugeot 405 T16 de 1988 em Climb Dance.

Qual o seu prato preferido ?

Macarrão japonês! Depois de ter morado tanto tempo no Japão, adoro Uni.

Qual o melhor prato antes de uma corrida?

Massa e um pouco de salada.

Qual sua principal qualidade?

Um gentleman nunca se revela!

 

Sobre a PEUGEOT SPORT

Somos PEUGEOT SPORT, a divisão Motorsport da PEUGEOT. Graças à nossa determinação e à nossa paixão, alcançamos os melhores níveis em inúmeras competições automobilísticas. Movidos por nosso legado e nosso know-how em matéria de híbridos, retornaremos em 2022 ao prestigioso e implacável Campeonato Mundial de Endurance, na categoria LMH.

 

Sobre a Total

Total é um grupo multi-energias, que produz e comercializa combustíveis, gás natural e eletricidade. Nossos 100 mil colaboradores se empenham em prol de uma energia melhor,  mais segura, mais limpa, e acessível ao maior número de pessoas possível. Presente em mais de 130 países, nossa ambição é nos tornarmos o principal grupo de energia responsável.

 

Sobre a PEUGEOT

Com sua estratégia tecnológica e a eletrificação de sua gama de produtos, a marca PEUGEOT entra com entusiasmo na era da transição energética. Uma condução estimulante e valorizadora, um design elegante e uma qualidade sem concessões constituem o compromisso da marca em relação aos clientes e contribuem para a emoção proporcionada em cada PEUGEOT. Presente em mais de 160 países através de 10 000 pontos de venda, a marca vendeu cerca de 1 500 000 veículos no mundo em 2019. A PEUGEOT combina em todo o mundo, Exigência, Elegância e Emoção com a ambição de ser uma marca generalista premium com vocação e alcance globais.

 

CONTATOS

Marcus Brier

Diretor de Comunicação

Tel.: (11) 99624-6879

marcus.brier@stellantis.com 

 

Giselli Cardoso

Comunicação

Tel.: (11) 99655-7962

giselli.cardoso@stellantis.com 

 

Péricles Malheiros

Comunicação

Tel.: (11) 98162-1837

pericles.malheiros@ext.mpsa.com

Scroll